Bristar

800 a.C.

Os primeiros diamantes são encontrados na Índia e usados como talismãs.

327 a.C.

Alexandre O Grande traz o primeiro diamante para a Europa.
Na Grécia e no Império Romano, acreditava-se que os diamantes eram pedaços de estrelas caídas.

De 500
a 1500

Na Idade das Trevas, os diamantes eram usados com fins medicinais e ingeridos para curar doenças.

De 900
a 1000

Na Idade Média, os diamantes são reconhecidos pelo seu valor. Os donos das minas espalham que as pedras são venenosas para inibir roubos por parte dos mineiros.

1074

Os diamantes começam a ser usados na joalheria e uma dos primeiros objetos a serem adornados com eles foi a coroa de uma rainha húngara.

1375

O corte point – parecido com duas pirâmides unidas pela base – foi criado para acompanhar a forma natural do diamante e para reduzir desperdícios na lapidação.

1477

Maria de Borgonha se torna a primeira mulher a ganhar um diamante: um anel de noivado do Arquiduque Maximiliano. A partir daí, começa a tradição dos anéis de noivado com diamantes.

1650

Após coletar diamantes da Catarina A Grande, o Cardeal Mazarino desenvolveu a lapidação brilhante, conhecida como Brilhantes Mazarinos de Corte Duplo.

1725

Não há consenso quanto à data e local da descoberta de diamantes no Brasil.
Se aceita a tese de que a descoberta
ocorreu em 1725, em Minas Gerais.

1837

Charles Lewis Tiffany funda a joalheria Tiffany.

1839

Diamantes são descobertos na região
da Chapada Diamantina, na Bahia.

1850

A descoberta de diamantes na África do Sul dá início a uma grande corrida de diamantes, coincidindo com o aumento da demanda da pedra.

1851

Um lapidário de Amsterdã é o responsável por um novo corte de diamante que foi presenteado à Rainha Vitória, o diamante Koh-i-noor.

1970

O potencial de exploração de diamantes da Austrália começa a ganhar visibilidade no mundo.

1979

A mina Argyle, próxima ao lago Argyle, na Austrália, se torna a maior produtora de diamantes do mundo, responsável
por 1/3 da oferta mundial.

2002

O Diamante Beluga, de 41 quilates, é encontrado na Índia. A empresa William Goldberg cria a lapidação Ashaka para ele, um corte retangular com quinas arredondadas.

2012
até os dias de hoje

A maior jazida de diamantes do mundo é revelada na Rússia e tem a capacidade
para suprir diamantes, mesmo para uso industrial, pelos próximos 3 mil anos